Oscar 2019: Os Vencedores da Noite

Cinema

Na noite do último domingo (24/02) foi ao ar a cerimônia do Oscar 2019 e quem me acompanha pelo Instagram pôde conferir em momento real a premiação. Se você perdeu meus surtos, não se preocupe! Tá tudo registradíssimo nos destaques da minha bio, e você pode conferir aqui.

Esse Oscar me deu algumas rasteiras, e várias coisas que eu considerava como certas acabaram se revelando equivocadas. Entre elas: o flop de “A Favorita”, um dos meus filmes prediletos dessa temporada, que teve 10 indicações e acabou levando apenas uma estatueta, e essa estatueta era justamente a que eu jurava já pertencer à Glenn Close, atualmente a atriz viva com mais “derrotas” no Oscar (parece que ela caiu na Maldição do DiCaprio).

Eu, assistindo esse Oscar

Sem mais delongas, vou listar abaixo os filmes vencedores e tecer alguns comentários:

Bohemian Rhapsody, foi o grande vencedor da noite, abocanhando 4 estatuetas, entre elas:

Melhor Edição de Som;
Melhor Mixagem de Som;
Melhor Montagem;
Melhor Ator;

E eu tô bem pistola com esses prêmios todos. Sério gente, a Academia surtou geral. Ou esse Oscar tá comprado. São as únicas explicações pra “Bohemian Rhapsody”, um longa divertido e sobre uma banda que todo mundo ama, sim, porém cheio de problemas técnicos e com uma das Montagens mais cagadas que já vi na vida ter levado esse prêmio.

Eu, assistindo esse Oscar

E não vou nem falar do desgosto que foi esse Oscar de Melhor Ator pro lip sync mais caricato de todos os tempos. Eu sei que a atuação do Rami Malek dividiu opiniões, mas sinceramente, eu não senti que ele estava atuando ali, achei a imitação dele do Fred Mercury tremendamente irrisória e não entendi por que resolveram premiar isso. Todos os atores que concorriam nessa categoria tinham atuações muito mais consistentes que a do Malek, até o Bradley Cooper merecia mais.

Sobre os prêmios de som, faz sentido, com todas aquelas cenas de shows, porém, se fosse pra ir por esse lado, preferia que “Nasce Uma Estrela” levasse.

Rami Malek, vencedor do Oscar de Melhor Ator por “Bohemian Rhapsody”

Green Book, mesmo cercado por diversas polêmicas, não se deixou abater e garantiu 3 estatuetas, entre elas a do prêmio principal:

Melhor Filme;
Melhor Roteiro Original;
Melhor Ator Coadjuvante;

Olha gente, sinceramente gostei muito de Green Book, e achei sim que ele tinha condições de levar Melhor Roteiro e Melhor Filme, ENTRETANTO, e esse é um grande entretanto, premiar um filme envolvido em diversos escândalos que vão do racismo ao assédio sexual, é um tapa na cara que transforma todos os esforços de inclusão que a Academia teve ao indicar filmes como “Infiltrado na Klan”, “Pantera Negra”, “Roma” e “Se a Rua Beale Falasse”, em pó. É como se estivessem legitimando preconceito e misoginia. Não faz sentido e ainda me faz pensar que a Academia está mudando sim, mas para pior.

Sinceramente, só não questiono o Oscar do Mahershala Ali.

Mahershala Ali, vencedor do Oscar de Melhor Ator Coadjuvante por “Green Book: O Guia”

Roma, um dos grandes favoritos da noite, com 10 indicações, levou apenas 3 estatuetas e me deixou bem desconfortável por não ter levado o prêmio de Melhor Filme, que além de merecido, ia mostrar pra industria qual era a nova cara da Academia. Seus prêmios foram:

Melhor Direção;
Melhor Fotografia;
Melhor Filme Estrangeiro;

Acho que quando foi anunciado o prêmio de Melhor Filme Estrangeiro eu já sabia que Roma não levaria o prêmio principal da noite, mas não esperava a rasteira que citei aqui em cima. No mais, temos que exaltar muito Alfonso Cuarón, que roteirizou, produziu, fez a fotografia e dirigiu essa verdadeira obra de arte.

Alfonso Cuarón com seus prêmios de Melhor Direção, Melhor Fotografia e Melhor Filme Estrangeiro

Pantera Negra, com 7 indicações, o primeiro filme de herói a ser indicado na categoria principal do prêmio, também não decepcionou e faturou 3 estatuetas:

Melhor Direção de Arte;
Melhor Figurino;
Melhor Trilha Sonora;

Eu não tenho do que reclamar desses prêmios. Apesar de só ter apostado que levariam Melhor Figurino, cada uma dessas estatuetas foi mais do que merecida.

Jay Hart e Hannah Beachler, vencedores do Oscar de Melhor Direção de Arte por “Pantera Negra”

Vice, que era um dos favoritos, com 8 indicações, e que na minha opinião deveria ter levado os prêmios de Melhor Montagem e Melhor Ator também, acabou ficando apenas com a estatueta de Melhor Maquiagem.

Outro queridinho tombado, A Favorita, com 10 indicações, levou apenas o inesperado Oscar de Melhor Atriz para Olivia Colman. Não que a performance de Olivia tenha sido ruim, passou bem longe disso, ela foi incrível neste longa, porém dividia o protagonismo do filme com Emma Stone e Rachel Weiz (inclusive acredito que todas elas tenham praticamente o mesmo tempo de tela, o que me deixou bem confusa com essa indicação), e além de tudo tem a questão de que tava todo mundo contando com esse Oscar pra Glenn Close.

Esse provavelmente foi aquele momento em que pensaram “Eita, esquecemos de premiar um dos favoritos, toma esse Oscar aqui mesmo”.

Olivia Colman, vencedora do prêmio de Melhor Atriz por “A Favorita”

Meus tombos prosseguiram com os vencedores das categorias a seguir:

Melhor Curta-Metragem: Skin;
Melhor Documentário: Free Solo;
Melhores Efeitos Visuais: O Primeiro Homem;

Mesmo tendo errado esses palpites, o único que me incomodou levar o prêmio foi O Primeiro Homem. Eu até entendo os motivos: se pararmos pra pensar nos Efeitos Visuais que realmente tornaram reais os acontecimentos do filme, é bem merecido, nunca vou esquecer a primorosidade daquela cena do primeiro pouso na Lua.

Porém, em “Vingadores: Guerra Infinita” vemos pousos ATRAVÉS DO UNIVERSO, um monte deles aliás, bando de arrombado!

Desculpa, mas fico com a impressão que a Academia deu esse prêmio só para O Primeiro Homem levar alguma coisa pra casa, tipo um “cala boca”, e além disso ainda entra ai aquele velho preconceito que o Oscar tem com os filmes da Marvel.

Paul Lambert, Ian Hunter, Tristan Myles e J.D. Schwalm, vencedores do Oscar de Melhores Efeitos Visuais por “O Primeiro Homem”

Graças a Deus nem só de rasteiras foi esse Oscar! Também acertei mais algumas categorias, que, obviamente, na minha opinião, foram prêmios mais do que merecidos e aqueles que mais vibrei:

Melhor Curta de Animação: Bao;
Melhor Curta Documentário: Period. End of Sentence.;
Melhor Animação: Homem Aranha no Aranhaverso;
Melhor Roteiro Adaptado: Infiltrado na Klan;
Melhor Atriz Coadjuvante: Regina King, por “Se a Rua Beale Falasse”;
Melhor Canção Original: “Shallow” de “Nasce uma Estrela”;

Spike Lee recebendo seu Oscar pelo Melhor Roteiro Adaptado de “Infiltrado na Klan”, em um dos meus momentos favoritos dessa premiação!

No fim das contas acabei contabilizando 12 acertos daqueles palpites que dei aqui nesse post. E apesar da revolta ser bem grande, não apenas pelos prêmios que não acertei, mas por aqueles que acredito piamente não terem sido merecidos, foi uma cerimônia bacana, com momentos incríveis!

Entre os melhores momentos da noite estão: a abertura com o show do Queen + Adam Lambert; o discurso emocionante de Regina King ao receber sua estatueta de Melhor Atriz Coadjuvante; Keegan-Michael Key, encarnando a Mary Poppins e descendo de guarda-chuva no meio da cerimônia; o discurso da Lady Gaga ao tomar posse de seu prêmio de Melhor Canção Original; e claro, O MEU MOMENTO FAVORITO, NÃO SÓ DO OSCAR, MAS DO ANO INTEIRO, Lady Gaga subindo ao palco com Bradley Cooper para cantar “Shallow”.

E é com o vídeo dessa performance incrível que eu termino o post de hoje ♥

Lady Gaga e Bradley Cooper performam “Shallow” de “Nasce uma Estrela

E vocês, pessoal, acertaram muita coisa ou também foram tombados como eu?

Contem pra mim aqui nos comentários 😉

12 comentários sobre “Oscar 2019: Os Vencedores da Noite

      1. Verdade, mas acho que isso sempre foi assim, quantas edições aconteceram absurdos desse tipo?

        Exemplo o Oscar 1999, onde SHAKESPEARE APAIXONADO ganhou vários prêmios ou até mesmo Chaplin ou Kubrick que não ganharam prêmios…

        Mas faz parte, a sétima arte é apaixonante e também muito ligada aos velhos costumes.

        Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s