Harry Styles e seus covers maravilhosos

Música, Nos Fones de Ouvido

Às vezes eu tenho a sensação de que, desde que o One Direction entrou em hiatus (lá em 2015), o Harry Styles arrebentou todas as correntes que o encarceravam e abraçou sua verdadeira essência.

Quando os integrantes do 1D começaram a lançar seus singles solo, ninguém se surpreendeu muito, já que nenhum deles ficou muito longe do estilo pop pegajoso que a boy band pregou por 5 anos. Mas eis que surge o menino Harry, parecendo uma fênix renascida das cinzas, se reinventando com um disco totalmente soft rock, cheio de vibes de Bowie e Queen.

Se você já ouviu o primeiro álbum solo desse muso, deve saber exatamente sobre o que eu estou falando. Se você não ouviu, acho que deve se permitir ser surpreendido e repensar tudo que já imaginou sobre esse lindo:

Mas, acredite se quiser, o post de hoje não é pra exaltar esse álbum incrível, embora eu pudesse falar dele aqui por horas. Vou economizar uns carácteres e me concentrar em outra coisa que o ex-one direction anda fazendo muito bem: covers.

Um cover em especial, na verdade.

Vocês já ouviram a música “Girl Crush”, da banda country Little Big Town?

Não?

Então toma:

Uma coisa interessante sobre essa música é que na primeira vez em que a ouvi, com meus parcos conhecimentos de inglês, imaginei que fosse sobre uma garota apaixonada por outra garota. Rapidamente a canção virou uma das minhas favoritas, já que dor de cotovelo é comigo mesmo.

Quando descobri, assim meio que por acidente, o cover que o Harry Styles fez, tive a paixão pela música multiplicada por mil.

Que cover incrível, amigos.

Estou completamente viciada nessa versão desde que tropecei nela. Harry arrasou nos vocais e em toda a vulnerabilidade pedida pela canção, ficou tão real que senti meu coração se despedaçar aos pouquinhos enquanto ouvia:

Como já estava viciada elevado ao quadrado, fui em busca da letra da música pra poder cantar certinho e acabei caindo numa discussão meio bizarra nos comentários do Letras.

A discussão, é claro, girava em torno da sexualidade do cantor, o que acho muito engraçado vindo dos “fãs”, já que ele mesmo deu inúmeras entrevistas destacando que nunca sentiu nenhuma necessidade de se rotular e ainda quando foi perguntado sobre a “namorada ideal” meteu logo um: “Não é importante que seja uma mulher”.

Mas, a coisa que tirei de interessante do episódio todo, foi que depois de ler uns dos comentários sobre a orientação sexual do Harry, finalmente parei para analisar a letra de “Girl Crush” e entendi sobre o que ela se trata: uma mulher apaixonada por um cara, que já está compromissado com uma outra mulher, e daí a moça que canta a música usa a metáfora de “girl crush” pra dizer que quer SER a outra mulher, pois assim ela poderia TER aquele homem.

Meio doentio.

Mas ainda amo a música.

E fica aí o questionamento: afinal, no lugar de que garota o Harry Styles gostaria de estar?

Anúncios

Mas vocês sabiam disso?

Nos Fones de Ouvido

Semana passada fui agradavelmente surpreendida.

Estava eu no escritório papeando com meus colegas sobre as músicas que mais gostava de cantar no karaokê.

Pois é, sou uma dessas pessoas totalmente apaixonadas por karaokês. Se forem do tipo que fica no bairro da Liberdade, em São Paulo, completamente abarrotados de gente, melhor ainda. Não existe sensação melhor do que entrar naqueles palcos cheios de luzes (que podem causar um ataque epilético em qualquer um) e cantar desafinadamente pra uma platéia super bêbada, que vai te acompanhar e te ovacionar no final.

Se você não conhece essa sensação, tá na hora de virar uns shots de tequila e subir num palco com um microfone na mão.

Mas enfim, eu disse para os meus colegas que uma das músicas que sempre entram na minha lista para serem cantadas, fora, claro, “Evidências”, é “… Baby One More Time”, da Britney Spears. Quando disse isso, um deles, com quem já tinha conversado sobre a minha paixão pelo Ed Sheeran em algum momento, disse a frase que mudaria a minha vida.

Pra falar a verdade eu nem lembro bem do que ele disse, ou se a coisa toda se desenrolou como contei ai em cima. O caso é que, quando ele me disse o que disse, todo o resto se embaralhou e tudo o que importou foi isso aqui: uma versão de “… Baby One More Time” interpretada por Ed Sheeran:

Bem, eu não sei se o mundo todo já tinha conhecimento dessa preciosidade e só eu tava aqui perdida na vida, mas senti a necessidade de espalhar essa versão incrível que um artista incrível fez de uma música incrível de outro artista incrível!

Então já quero saber, vocês sabiam disso?