Estreias da Semana (11/04/2019)

Cinema, Nas Telonas

Mais uma quinta-feira e mais um bocado de filme bacana chegando aos cinemas brasileiros nesta semana! Peguem a pipoca e acomodem-se, por que vem aí as Estreias da Semana de 11/04/2019:


After

Data de lançamento: 11 de abril de 2019
Duração: 1h 46min
Direção: Jenny Gage
Gêneros: Romance, Drama
Nacionalidade: EUA

Tessa Young (Josephine Langford) é uma jovem de 18 anos que acaba de ingressar na faculdade. De roupas recatadas e bastante ingênua, ela é apresentada ao mundo das festas através de sua colega de quarto, Steph (Khadijha Red Thunder), bem mais liberal. Logo conhece Hardin (Hero Fiennes Tiffin), um jovem rebelde que renega o amor, apesar de ter lido os principais romances sobre o tema. Aos poucos os dois se aproximam, iniciando uma ardente paixão.


Ayka

Data de lançamento: 11 de abril de 2019
Duração: 1h 54min
Direção: Sergey Dvortsevoy
Gênero: Drama
Nacionalidades: Rússia, Alemanha, Polônia, Casaquistão, China

Ayka (Samal Yeslyamova) é uma jovem de origem cazaque, que vive ilegalmente em Moscou. Ela dá à luz num hospital local, mas abandona o seu filho por medo de ser descoberta e deportada. Logo depois, ela enfrenta as complicações pós-parto, a fome, a solidão, a falta de emprego e a perseguição da máfia local, a quem deve dinheiro. Um dia, os mafiosos exigem que Ayka volte ao hospital, recupere o bebê e entregue a eles.


Border

Data de lançamento: 11 de abril de 2019
Direção: 1h 50min
Direção: Ali Abbasi
Gêneros: Drama, Fantasia
Nacionalidades: Suécia, Dinamarca

Tina (Eva Melander) é uma policial que trabalha no aeroporto fiscalizando bagagens e passageiros. Depois de ser atingida por um raio na infância, ela desenvolveu uma espécie de sexto sentido, fazendo com que seja capaz de “ler as pessoas” apenas pelo o olhar. Isso sempre representou uma vantagem na sua profissão, mas tudo muda quando ela identifica um criminoso em potencial e não consegue achar provas para justificar sua intuição. Após o episódio, ela passa a questionar seu dom, ao mesmo tempo em que fica obcecada em descobrir qual o verdadeiro segredo de Vore (Eero Milonoff), seu único suspeito não legitimado.


De Pernas pro Ar 3

Data de lançamento: 11 de abril de 2019
Duração: 1h 48min
Direção: Julia Rezende
Gênero: Comédia
Nacionalidade: Brasil

O sucesso da franquia Sex Delícia faz com que Alice (Ingrid Guimarães) rode o mundo, visitando os mais diversos países em uma correria interminável. Sem tempo para se dedicar à família, quem assume a casa é seu marido João (Bruno Garcia), que cuida dos filhos Paulinho (Eduardo Mello) e Clarinha (Duda Batista), de apenas seis anos. Cansada de tanta agitação, Alice decide se aposentar e entregar o comando dos negócios à sua mãe, Marion (Denise Weinberg). Porém, o surgimento de Leona (Samya Pascotto), uma jovem competidora, faz com que mude seus planos.


Em Trânsito

Data de lançamento: 11 de abril de 2019
Duração: 1h 41min
Direção: Christian Petzold
Gênero: Drama
Nacionalidades: Alemanha, França

Quando Georg (Franz Rogowski) tenta fugir da França após a invasão nazista, ele rouba os manuscritos de um autor falecido e assume sua identidade. Preso em Marseille, acaba conhecendo Marie (Paula Beer), que está desesperada para encontrar seu marido desaparecido – o mesmo que ele está fingindo ser. Para complicar ainda mais, ele começa a se apaixonar por ela.


Horácio

Data de lançamento: 11 de abril de 2019
Duração: 1h 26min
Direção: Mathias Mangin
Gênero: Drama
Nacionalidade: Brasil

Durante um único dia, diversas figuras marginalizadas se cruzam pela cidade de São Paulo: um jogador sem talento, uma prostituta sem sorte, um capanga encontrando seu amor, um chefe autoritário, a filha dele, um agiota… Entre essas pessoas, um contrabandista de 80 anos de idade (Zé Celso) entra em desespero ao descobrir que o capanga por quem está apaixonado não o ama.


Los Silencios

Data de lançamento: 11 de abril de 2019
Duração: 1h 29min
Direção: Beatriz Seigner
Gênero: Drama
Nacionalidades: Colômbia, Brasil, França

Amparo (Marleyda Soto) é mãe de dois filhos pequenos e está fugindo dos conflitos armados da Colômbia. Na tríplice fronteira do país com o Peru e o Brasil, ela e os meninos se abrigam em uma pequena ilha com casas de palafita no Rio Amazonas. No local, eles encontram o pai (Enrique Diaz), que supostamente estava morto.


Meditation Park

Data de lançamento: 11 de abril de 2019
Duração: 1h 34min
Direção: Mina Shum
Gênero: Drama
Nacionalidade: Canadá


Maria (Pei-Pei Cheng) e Bing (Tzi Ma) são um casal que imigraram de Hong Kong para o Canadá 40 anos atrás. Uma mãe, esposa e dona de casa dedicada sua vida toda, Maria se vê obrigada a procurar por independência quando sua realidade é balançada por encontrar roupas íntimas de outra mulher no bolso de seu marido.


Primeiro Ano

Data de lançamento: 11 de abril de 2019
Duração: 1h 32min
Direção: Thomas Lilti
Gênero: Drama
Nacionalidade: França

Benjamin (William Lebghil) acaba de se formar no ensino médio e está começando seu primeiro ano da faculdade de medicina. Já Antoine (Vincent Lacoste) está começando o primeiro ano pela terceira vez. Quando os dois se conhecem, uma amizade logo se forma e os dois se unem para enfrentar noites mal dormidas, um ambiente extremamente competitivo e a pressão das expectativas para seu futuro.


Superação – O Milagre da Fé

Data de lançamento: 11 de abril de 2019
Duração: 1h 56min
Direção: Roxann Dawson
Gêneros: Drama, Biografia
Nacionalidade: EUA

John Smith, um menino de 14 anos, passeava com a família em uma manhã de inverno no Lago St Louis, no Missouri, quando, acidentalmente, sofreu uma queda e se afogou. Chegando ao hospital, John foi considerado morto por mais de 60 minutos até que sua mãe, Joyce Smith, juntou todas as suas forças e pediu a Deus para que seu filho sobrevivesse. Sua prece poderosa foi responsável por um milagre inédito.


Suspíria – A Dança do Medo

Data de lançamento: 11 de abril de 2019
Duração: 2h 32min
Direção: Luca Guadagnino
Gênero: Terror
Nacionalidades: Itália, EUA

Susie Bannion (Dakota Johnson), uma jovem bailarina americana, vai para a prestigiada Markos Tanz Company, em Berlim. Ela chega assim que Patricia (Chloë Grace Moretz) desaparece misteriosamente. Tendo um progresso extraordinário, com a orientação de Madame Blanc (Tilda Swinton), Susie acaba fazendo amizade com outra dançarina, Sara (Mia Goth), que compartilha com ela todas suas suspeitas obscuras e ameaçadoras.


E aí, gente? Quais dessas estreias pretendem ver no cinema nesse fim de semana?

Me contem aqui nos comentários 🙂

Anúncios

Estreias da Semana (28/03/2019)

Cinema, Nas Telonas

Desde o começo do ano estou louca para implementar uma “coluna” fixa aqui no blog. Como vocês que acompanham o Pamelisses puderam perceber, eu ando um pouco sumida e normalmente isso acontece quando o volume de trabalho aumenta e fico tão esgotada mentalmente que mal consigo alimentar o hobby da escrita.

Uma forma de sempre atualizar a parte de Literatura do Blog foi criar a “coluna” mensal das “Leituras do Mês“, mas sinto muita falta de poder fazer isso com a parte de Cinema aqui do Pamelisses, então, unindo o útil ao agradável e matando dois coelhos com uma cajadada só, eis que nasce a coluna semanal fixa de Estreias da Semana!

A partir de agora, toda quarta-feira (véspera da virada das cinessemanas no Brasil e, consequentemente, data que antecede as estreias de filmes nos cinemas), vocês vão poder conferir um resumo que tudo que vai estrear nos cinemas naquela semana e já se programar pra assistir aquele filme safado.

Agora, sem mais delongas, fiquem com as Estreias da Semana de 28/03/2019:


A Rebelião

Data de lançamento: 28 de março de 2019
Duração: 1h 49min
Direção: Rupert Wyatt
Gêneros: Ficção científica, Suspense
Nacionalidade: EUA

Sinopse: Em um bairro de Chicago, quase uma década após uma invasão alienígena no planeta Terra, acompanhamos como é a vida das pessoas nos dois lados do conflito, o dos colaboradores e o dos dissidentes.




António Um Dois Três

Data de lançamento: 28 de março de 2019
Duração: 1h 35min
Direção: Leonardo Mouramateus
Gênero: Drama
Nacionalidades: Portugal, Brasil

Sinopse: Lisboa, Portugal. António (Mauro Soares) é um jovem que, após passar a noite fora de casa, é cobrado pelo pai devido a uma carta anônima que recebeu, dizendo que o filho abandonou a faculdade há cerca de um ano. Diante da situação, António foge de casa e encontra refúgio na casa de Mariana (Mariana Dias), uma ex-namorada. Lá ele conhece Débora (Deborah Viegas), uma brasileira que alugou um quarto por um único dia, com quem acaba se envolvendo.


Dumbo

Data de lançamento: 28 de março de 2019
Lançamento: 1h 52min
Direção: Tim Burton
Gêneros: Família, Aventura
Nacionalidade: EUA

Sinopse: 1919, Joplin, Estados Unidos. Holt Farrier (Colin Farrell) é uma ex-estrela de circo que, ao retornar da Primeira Guerra Mundial, encontra seu mundo virado de cabeça para baixo. Além de perder um braço no front, sua esposa faleceu enquanto estava fora e ele agora precisa criar os dois filhos. Soma-se a isso o fato de ter perdido seu antigo posto no circo, sendo agora o encarregado em cuidar de uma elefanta que está prestes a parir. Quando o bebê nasce, todos ficam surpresos com o tamanho de suas orelhas, o que faz com que de início seja desprezado. Cabe então aos filhos de Holt a tarefa de cuidar do pequenino, até que eles descobrem que as imensas orelhas permitem que Dumbo voe.


Gloria Bell

Data de lançamento: 28 de março de 2019
Duração: 1h 41min
Direção: Sebastián Lelio
Gêneros: Romance, Comédia dramática
Nacionalidade: EUA

Sinopse: Uma mulher sozinha com 50 anos e espírito livre (Julianne Moore) ocupa suas noites buscando amor em boates para adultos solteiros em Los Angeles. Sua frágil felicidade muda no dia em que conhece Arnold (John Turturro). Sua intensa paixão deixa ela alternando entre esperança e desespero, até ela descobrir uma nova força e que agora, surpreendentemente, ela consegue brilhar mais do que nunca.


Happy Hour – Verdades e Consequências

Data de lançamento: 28 de março de 2019 
Duração: 1h 54min
Direção: Eduardo Albergaria
Gênero: Comédia dramática
Nacionalidades: Brasil, Argentina

Sinopse: Após um acidente, Horácio (Pablo Echarri) muda completamente suas perspectivas de vida e decide confessar para sua esposa, Vera (Letícia Sabatella), que deseja ter relações com outras pessoas, embora ainda queira continuar o casamento. Confusa e inserida em um momento profissionalmente complicado, ela não gosta da ideia mas percebe que precisa, mais do que nunca, continuar seu casamento.


Inezita

Data de lançamento: 28 de março de 2019 
Duração: 1h 25min
Direção: Hélio Goldsztejn
Gêneros: Documentário, Biografia
Nacionalidade: Brasil

Sinopse: Tendo comandado o programa Viola, Minha Viola por mais de 30 anos, Inezita Barroso foi um dos grandes expoentes da música popular brasileira. No entanto, a caminhada até o sucesso não foi nada fácil. Nascida em 1925, a artista teve que romper com preconceitos e estigmas que excluíam as mulheres da cena musical sertaneja do país, além de batalhar muito para mostrar seu valor como pesquisadora folclórica.


Minha Obra-Prima

Data de lançamento: 28 de março de 2019
Duração: 1h 41min
Direção: Gastón Duprat
Gênero: Comédia
Nacionalidades: Espanha, Argentina

Sinopse: Renzo Nervi (Luis Brandoni) já foi um pintor bem-sucedido em Buenos Aires, mas hoje não consegue vender um único quadro. Seu amigo Arturo Silva (Guillermo Francella), negociante de obras de arte, faz o possível para valorizar os quadros de Nervi, porém a personalidade arrogante do artista não ajuda nos negócios. Um dia, um acidente inesperado proporciona aos dois uma possibilidade inédita (e ilegal) de ganharem dinheiro dentro do corrupto mercado de obras de arte.


Os Últimos Dias de Copacabana Jack

Data de lançamento: 28 de março de 2019
Duração: 1h 15min
Direção: Rob Curvello
Gêneros: Policial, Drama
Nacionalidade: Brasil

Sinopse: Vivendo em um pequeno apartamento situado no coração de Copacabana, um sexagenário solitário cumpre rigorosamente sua monótona rotina todos os dias. Quando ele assiste na TV sobre diversas investigações que apontam o aparecimento de misteriosos pacotes manchados de sangue nas ruas, percebe que seus hábitos podem ser o segredo para desvendar a identidade de um assassino em série. 


The Cleaners

Data de lançamento: 28 de março de 2019 
Duração: 1h 25min
Direção: Hans Block, Moritz Riesewieck
Gênero: Documentário
Nacionalidades: Alemanha, Brasil

Sinopse: No sombrio submundo da internet, quem é responsável por controlar o que vemos e o que pensamos? Um olhar analítico sobre a indústria virtual responsável por fazer limpezas digitais, apagando e controlando os conteúdos que ficam visíveis online.


Uma Viagem Inesperada

Data de lançamento: 28 de março de 2019
Duração: 1h 27min
Direção: Juan José Jusid
Gênero: Comédia dramática
Nacionalidades: Argentina, Brasil

Sinopse: Pablo (Pablo Rago) é um engenheiro argentino que mora no Brasil. Ele trabalha como responsável pela criação de uma nova plataforma de petróleo numa empresa localizada no Rio de Janeiro. Morar longe de sua família é algo que gerou certo afastamento. Porém, quando seu filho passa por um problema, Pablo viaja para seu país natal em busca de soluções.


Vox Lux – O Preço da Fama

Data de lançamento: 28 de março de 2019 
Duração: 1h 50min
Direção: Brady Corbet
Gêneros: Drama, Musical
Nacionalidade: EUA

Sinopse: Celeste (Natalie Portman) é uma menina que sobrevive após uma grande tragédia, o que a torna conhecida nacionalmente. Após um tempo, ela se lança como cantora e alcança o estrelato.


Enfim, gente!

Espero que tenham gostado dessa novidade. Se tiverem alguma ideia de conteúdo que vocês gostariam de ver aqui, e que seja bem a cara do Pamelisses, me digam lá nos comentários 😉

E aproveitem pra me contar qual desses filmes vai fazer a cabeça de vocês nesse fim de semana!

A ansiedade para “Nasce uma Estrela” e minha obsessão musical da semana

Cinema, Música, Nas Telonas, Nos Fones de Ouvido

Na próxima semana, aqui no Brasil, vai rolar a estreia do remake de “Nasce uma Estrela”, protagonizado pelo ícone Lady Gaga e por Bradley Cooper, que além de ter dado uns pitacos no roteiro, também é o responsável pela direção do longa.

O engraçado é que esse filme já teve 3 versões anteriores:

A primeira, de 1937, estrelada por Janet Gaynor e Fredric March, tratava-se de um drama sobre uma jovem sonhadora, que chega à Hollywood na década de 30 com o desejo de se tornar uma estrela do cinema, e seu sonho vira realidade quando um famoso ator coloca os olhos nela numa festa em que trabalhava como garçonete. Apaixonado, ele impulsiona sua carreira e a transforma realmente em uma estrela.

A Star is Born (1937)

A segunda versão, de 1954, protagonizada por Judy Garland e James Mason, carrega o mesmo enredo da primeira, porém, desta vez, veio em formato de musical.

A Star is Born (1954)

As coisas mudam na versão de 1976, que apesar de ter sido um grande sucesso popular nos anos 70, é considerada pela crítica como a pior versão das três produções. Estrelando Barbra Streisand e Kris Kristofferson, a história desta vez gira em torno de uma jovem cantora iniciante que se envolve romanticamente com um famoso astro do rock. Ele a ajuda a deslanchar sua carreira, e ela começa também a se tornar uma estrela.

A Star is Born (1976)

A nova versão de 2018 possui o roteiro mais similar à sua predecessora, porém já vem sendo um sucesso de critica desde suas exibições de teste, e há quem fale em Oscars de Melhor Atriz para Lady Gaga e Melhor Ator e Diretor para Bradley Cooper.

16f96936d91496706a1c0ad7e403d82b.999x999x1.png

Uma curiosidade é que esse papel inicialmente não seria da Gaga e sim de Beyoncé, que precisou abandonar o projeto por causa da gravidez. Outra é que, originalmente, quem teve a ideia de uma nova versão de “Nasce uma Estrela”, foi Clint Eastwood, mas só Deus sabe o por quê de ele ter abandonado a direção do longa…

O caso é que parece que não perdemos nada com a saída de Clint Eastwood, pois enquanto Bradley Cooper surpreende como Diretor e também como cantor, Lady Gaga se revela uma grande atriz, que, além de ter composto grande parte das canções que recheiam o remake, também pediu para que todas as músicas do filme fossem gravadas ao vivo enquanto filmavam as cenas, em vez de em estúdio.

maxresdefault (2)

E foi por causa de uma dessas canções que o post de hoje veio à luz.

Na semana passada foi liberada a primeira faixa da trilha sonora do filme: “Shallow”, e eu estou completamente O-B-C-E-C-A-D-A por ela.

Do tipo que ouve o dia inteiro em looping infinito.

Do tipo que toda vez que assiste ao clipe chora igual um bebê.

A obsessão pela música foi tanta que acabou extravasando para o filme e então precisei escrever esse texto pra dividir com vocês a minha paixão absurda e precoce, além da ansiedade louca pra conferir esse longa nos cinemas.

E pra jogar ainda mais combustível na minha obsessão, hoje foi liberada a Soundtrack completa do filme, que conta com 34 faixas:

Enquanto o remake não estreia no Brasil, a gente segue aqui, completamente ansiosa e apaixonada por essa história que mal conhecemos, mas já consideramos pacas, e ouvindo essa trilha sonora inteira pra já chegar no cinema no dia 11 de outubro cantando junto com os personagens.

E vocês, ansiosos para a estreia de Lady Gaga nas telonas?

Estreia “Marvel’s Cloak & Dagger”

Na TV

Estreou essa semana, pelo canal norte-americano Freeform, a adaptação para a TV “Marvel’s Cloak & Dagger”, série inspirada nos personagens homônimos da Marvel.

Estrelada por Olivia Holt como Tandy Bowen/Dagger e Aubrey Joseph como Tyrone Johnson/Cloak, a série é ambientada no Universo Cinematográfico Marvel e já conta, logo nos dois primeiros episódios, com várias referências às outras produções do estúdio, inclusive os filmes.

Mas quem são Cloak & Dagger? Se você nunca ouviu falar desses personagens antes, se liga aí que vou fazer um resumão esperto:

Cloak-and-Dagger-Featured

Conhecidos aqui no Brasil como Manto & Adaga, os dois foram criados em 1982, por Bill Mantlo e Ed Hannigan, aparecendo pela primeira vez em “Peter Parker, the Spectacular Spider-Man” #64 – Março de 1982.

Heróis obscuros da Marvel, a dupla se conhece quando Tyrone (que vivia como sem teto nas ruas de Nova Iorque) pensa em assaltar Tandy (que era a riquinha bem de vida, que foge de casa por que não está recebendo atenção suficiente), mas, antes que ele pudesse bater a carteira da menina, ela acaba sendo assaltada por outro homem. Isso é que é sorte, hein minha filha? Assim que o Tyrone ajuda a Tandy a recuperar as coisas dela, nasce a amizade dos dois, e mais tarde aquela paixão gostosa, que é do que a gente gosta!

Eles ganham seus poderes ao serem injetados com a droga D-Lite, quando Tandy recebe a proposta de morar em um abrigo e o Tyrone vai junto com ela.

Só que o tal do abrigo na verdade era uma roubada.

cilada

O lugar era usado como fachada, atraindo jovens sem-teto para serem cobaias nos experimentos do cientista criminoso Simon Marshall. A geral, depois de ser injetada com a droga, acabava morrendo, mas Tandy e Tyrone sobrevivem e conseguem fugir.

Como efeito colateral da droga, o corpo de Tyrone se transmuta em um portal conduíte para a Dimensão Sombria, um mundo de energia escura que precisa da absorção da força vital das pessoas. Ele assume o codinome Manto e, através da Dimensão Sombria, é capaz de canalizar sua energia, criando construtos de escuridão, além de conseguir se teleportar por ela e ficar intangível.

Já Tandy passa a conseguir gerar o que se chama de luz viva, uma energia vital associada à luminosidade. A luz viva dá a ela dois poderes. O primeiro deles é a adaga de luz, que lhe dá seu nome de heroína, Adaga. Os punhais são projéteis feitos puramente de luz, que ela consegue manipular em sua trajetória. Além disso, ela também consegue desintoxicar pessoas, curando males e doenças através da luz.

cloack-dagger

Com seus novos poderes, os dois saem por aí tocando o maior terror como os vigilantes mais sem piedade que você respeita. Pra eles, o lema de “bandido bom é bandido morto” era um mandamento, e eles matavam sem pensar duas vezes. No meio da matança toda, eles se apaixonam e vivem aquela história de amor super clichê do tipo “os opostos se atraem”.

Mais tarde, o lance de matar criminosos muda e eles passam a agir como super heróis de respeito, cruzando caminho de outras figuras da Marvel, como o Homem-Aranha, os X-Men e os Fugitivos.

Agora que vocês já conhecem um pouco do background desses personagens, enquanto figuras das HQ’s da Marvel, tá na hora de conhecer o Manto e a Adaga das telas:

Screen Shot 2017-04-20 at 8.40.56 AM [www.imagesplitter.net]

Primeiramente, eu queria dizer o quanto fui surpreendida positivamente pela série. Eu já estava de olho nela, até por que a danada leva o nome “Marvel’s” no título, mas por ser distribuída pela Freeform, fiquei com o pé atrás.

A série apresenta os personagens enquanto eles descobrem seus poderes, adquiridos de uma forma bem diferente da vista nos quadrinhos.

E não é só nisso que a série diverge das HQ’s. Uma das coisas que mais gostei dessa adaptação foi que existe toda uma inversão de esteriótipos. Enquanto Tyrone é um garoto de boa família, Tandy é uma sem-teto, que ganha a vida aplicando golpes em garotos ricos, roubando e se drogando.

cloak-and-dagger-freeform-comic-characters-mayhem-1102498-1280x0

Foi muito legal alterarem a história dos protagonistas pra dar mais profundidade e carga dramática. O fato de eles inverterem os papéis dos dois, quebrando o esteriótipo e nos fazendo enxergar diversas coisas sob um novo ponto de vista é até melhor que o original.

Outra coisa muito interessante e surpreendente foi o tom sombrio e sério que senti enquanto assistia os dois primeiros episódios. Por algum motivo, eu achava que a série iria ser mais juvenil e bobinha, mas deram um tom bem obscuro à produção, que deu pra sentir logo na sequência inicial.

Fora isso, ainda tiveram alguns temas mais pesados sendo explorados, como: violência policial, o risco de usar telefone ao volante, alcoolismo, drogas e até uma tentativa de estupro.

Cloak-Dagger

A fotografia tá super decente e o roteiro foi muito bem escrito. Adorei como vimos as histórias dos personagens de modo separado. Conseguiram conduzir dois núcleos distintos, que se conectam naturalmente sem necessariamente uni-los de cara, além de todo o paralelo entre a infância e a fase adulta dos dois protagonistas.

As atuações estão maravilhosas! Olivia e Aubrey encarnaram direitinho os personagens, com toda aquela carga emocional pesadíssima, embalada por uma trilha sonora que caiu como uma luva. Inclusive eu tô até agora tentando descobrir se fui eu quem salvou essa trilha sonora ou se ela quem me salvou.

Fora tudo isso de maravilhoso que falei ai em cima, ainda tem todas as ligações e referências com outras séries e filmes do MCU. Aparece a Roxxon Corp, que já foi citada em “Homem de Ferro 2”, assim como nas séries “Agent Carter”, “Marvel’s Agent’s of Shield”, “Iron First” e “Daredevil”, inclusive, sendo revelado nessa última, que a empresa tem ligações com o Tentáculo. Além disso, a Dimensão Sombria, introduzida em “Marvel’s Agent’s of Shield”, desenvolvida na segunda temporada da “Agent Carter” e vista no cinema em “Doutor Estranho”, é a origem dos poderes do Manto.

Ainda sem data de estréia no Brasil, vale a pena conferir a série que vai contar com 10 episódios em sua temporada de estréia, sendo exibidos todas as quintas, na Freeform.

E, se todo esse meu textão rasgando seda ainda não convencer você a assistir, deixo aqui o trailer da série, que com certeza vai:

E aí, prontos para conhecer Cloak & Dagger?