Grammy 2019: Confira os vencedores da noite

Música

Na noite deste último domingo (10/02) aconteceu o 61º Grammy Awards, uma das principais premiações do mundo da música, e teve como anfitriã a maravilhosa Alicia Keys, consagrando “This is America”, de Child Gambino, que levou 4 prêmios, entre eles Melhor Gravação e Melhor Canção.

Além disso, Kacey Musgraves, a atual queridinha do country, ficou com o Álbum do Ano, entre diversos outros prêmios específicos do gênero country, nossa Lady Gaga foi premiada em 3 categorias e Dua Lipa foi a Artista Revelação.

Alicia Keys, anfitriã da noite

Confira abaixo os vencedores de todas as categorias:

ÁLBUM DO ANO
Invasion of Privacy – Cardi B
By the Way, I Forgive You – Brandi Carlie
Scorpion – Drake
H.E.R – H.E.R
Beerbongs and Bentleys – Post Malone
Dirty Computer – Janelle Monae
Golden Hour – Kacey Musgraves – VENCEU
Black Panther: The Album – Kendrick Lamar e vários artistas

GRAVAÇÃO DO ANO
I Like It – Cardi B, Bad Bunny & J Balvin
The Joke – Brandi Carlile
This is America – Childish Gambino – VENCEU
God’s Plan – Drake
Shallow – Lady Gaga & Bradley Cooper
All the Stars – Kendrick Lamar & SZA
Rockstar – Post Malone Feat. 21 Savage
The Middle – Zedd, Maren Morris & Grey

Childish Gambino, em “This is America”, Gravação e Canção do Ano

CANÇÃO DO ANO (COMPOSIÇÃO)
All the Stars – Kendrick Lamar & SZA (Compositores: Kendrick Duckworth, Solána Rowe, Al Shuckburgh, Mark Spears & Anthony Tiffith)
Boo’d Up – Ella Mai (Compositores: Larrance Dopson, Joelle James, Ella Mai & Dijon McFarlane)
God’s Plan – Drake (Compositores: Aubrey Graham, Daveon Jackson, Brock Korsan, Ron LaTour, Matthew Samuels & Noah Shebib)
In My Blood – Shawn Mendes (Compositores: Teddy Geiger, Scott Harris, Shawn Mendes & Geoffrey Warburton)
The Joke – Brandi Carlile (Compositores: Brandi Carlile, Dave Cobb, Phil Hanseroth & Tim Hanseroth)
The Middle – Zedd, Maren Morris & Grey (Compositores: Sarah Aarons, Jordan K. Johnson, Stefan Johnson, Marcus Lomax, Kyle Trewartha, Michael Trewartha & Anton Zaslavski)
Shallow – Lady Gaga & Bradley Cooper (Compositores: Lady Gaga, Mark Ronson, Anthony Rossomando & Andrew Wyatt)
This is America – Childish Gambino (Compositores: Donald Glover & Ludwig Goransson) – VENCEU

ARTISTA REVELAÇÃO
Chloe x Halle
Luke Combs
Greta Van Fleet
H.E.R
Dua Lipa – VENCEU
Margo Price
Bebe Rexha
Jorja Smith

Dua Lipa, Artista Revelação

MELHOR ÁLBUM DE POP COM VOCAIS
Camila – Camila Cabello
Meaning Of Life – Kelly Clarkson
Sweetener – Ariana Grande – VENCEU
Shawn Mendes – Shawn Mendes
Beautiful Trauma – P!nk
Reputation – Taylor Swift

MELHOR PERFORMANCE POP SOLO
Colors – Beck
Havana – Camila Cabello
Gos Is a Woman – Ariana Grande
Joanne (Where Do You Think You’re Goin?) – Lady Gaga – VENCEU
Better Now – Post Malone

Ariana Grande, Melhor Álbum Pop

MELHOR PERFORMANCE POP DE DUO OU GRUPO
Fall in Line – Christina Aguilera feat. Demi Lovato
Don’t Go Breaking My Heart – Backstreet Boys
‘S Wonderful – Tony Bennett & Diana Krall
Shallow – Lady Gaga e Bradley Cooper – VENCEU
Girls Like You – Maroon 5 feat. Cardi B
Say Something – Justin Timberlake e Chris Stapleton
The Middle – Zedd, Maren Morris e Grey

MELHOR MÚSICA DE RAP
Drake – God’s Plan – VENCEU
Kendrick Lamar – King’s Dead
Eminem – Lucky You
Travis Scott – Sicko Mode
Kendrick Lamar – Win

Drake, Melhor Música de Rap

MELHOR PERFORMANCE DE RAP
Be Careful – Cardi B
Nice For What – Drake
King’s Dead – Kendrick Lamar, Jay Rock, Future e James Blake – VENCEU
Bubblin – Anderson .Paak – VENCEU
Sicko Mode – Travis Scott, Drake, Big Hawk e Swae Lee

MELHOR PERFORMANCE DE ‘RAP CANTADO’
Like I Do – Christina Aguilera Featuring Goldlink
Pretty Little Fears – 6lack Featuring J. Cole
This Is America – Childish Gambino – VENCEU
All The Stars – Kendrick Lamar & SZA
Rockstar – Post Malone Featuring 21 Savage

Kendrick Lamar, Melhor Performance de Rap

MELHOR ÁLBUM DE RAP
Invasion of Privacy – Cardi B – VENCEU
Swimming– Mac Miller
Victory Lap – Nipsey Hussle
Daytona – Pusha T
Astro World – Travis Scott

MELHOR ÁLBUM DE R&B
Sex & Cigarettes – Toni Braxton
Good Thing – Leon Bridges
Honestly – Lalah Hathaway
H.E.R – H.E.R. – VENCEU
Gumbo Unplugged (Live) – PJ Morton

Card B, Melhor Álbum de Rap

MELHOR PERFORMANCE DE R&B
Long as I Live – Toni Braxton
Summer – The Carters
Y O Y – Lalah Hathaway
Best Part – H.E.R. feat. Daniel Caesar – VENCEU
First Began – PJ Morton

MELHOR MÚSICA DE R&B
“Boo’d Up” — Ella Mai – VENCEU
“Come Through And Chill” — Miguel Featuring J. Cole & Salaam Remi
“Feels Like Summer” — Childish Gambino
“Focus” — H.E.R.
“Long As I Live” — Toni Braxton

Ella Mai, Melhor Música de R&B

MELHOR PERFORMANCE DE ROCK
Four Out of Five – Arctic Monkeys
When Bad Does Good – Chris Cornell – VENCEU
Made An America – THE FEVER 333
Highway Tune – Greta Van Fleet
Unconfortable – Halestorm

MELHOR MÚSICA DE ROCK

Black Smoke Rising — Greta Van Fleet
Jumpsuit — Twenty One Pilots
MANTRA — Bring Me The Horizon
Masseduction — St. Vincent – VENCEU
Rats — Ghost

Os filhos de Chris Cornell, Toni Cornell e Christopher Cornell Jr. recebem o prêmio póstumo de Melhor Performance de Rock

MELHOR ÁLBUM DE ROCK
Rainier Fog – Alice In Chains
M A N I A – Fall Out Boy
Prequelle – Ghost
From The Fires – Greta Van Fleet – VENCEU
Pacific Daydream – Weezer

MELHOR GRAVAÇÃO DANCE/ELETRÔNICA
Northern Soul – Above & Beyond Featuring Richard Bedford
Ultimatum – Disclosure (Featuring Fatoumata Diawara)
Losing It – Fisher
Electricity – Silk City & Dua Lipa Featuring Diplo & Mark Ronson – VENCEU
Ghost Voices – Virtual Self


Greta Van Fleet, Melhor Álbum de Rock

MELHOR ÁLBUM DANCE / ELETRÔNICA
Singularity – Jon Hopkins
Woman Worldwide – Justice – VENCEU
Treehouse – Sofi Tukker
Oil Of Every Pearl’s Un-Insides – SOPHIE
Lune Rouge – TOKiMONSTA

MELHOR ÁLBUM DE URBAN CONTEMPORÂNEO
Everything Is Love – The Carters – VENCEU
The Kids Are Alright – Chloe x Halle
Chris Dave And The Drumhedz – Chris Dave And The Drumhedz
War & Leisure – Miguel
Ventriloquism – Meshell Ndegeocello

Justice, Melhor Álbum Dance/Eletrônica

MELHOR PERFORMANCE SOLO DE COUNTRY
Wouldn’t It Be Great? – Loretta Lynn
Mona Lisas And Mad Hatters – Maren Morris
Butterflies – Kacey Musgraves – VENCEU
Millionaire – Chris Stapleton
Parallel Line – Keith Urban

MELHOR PERFORMANCE EM DUPLA OU GRUPO DE COUNTRY
Shoot Me Straight – Brothers Osborne
Tequila – Dan Shay – VENCEU
When Someone Stops Loving You – Little Big Town
Dear Hate – Maren Morris Featuring Vince Gill
Meant To Be – Bebe Rexha & Florida Georgia Line

Dan + Shay, Melhor Performance em Dupla ou Grupo de Country

MELHOR CANÇÃO DE COUNTRY
Break Up In The End – Cole Swindell
Dear Hate – Maren Morris Featuring Vince Gill
I Lived It – Blake Shelton
Space Cowboy – Kacey Musgraves – VENCEU
Tequila – Dan + Shay
When Someone Stops Loving You – Little Big Town

MELHOR ÁLBUM DE COUNTRY
Unapologetically – Kelsea Ballerini
Port Saint Joe – Brothers Osborne
Girl Going Nowhere – Ashley McBryde
Golden Hour – Kacey Musgraves – VENCEU
From A Room: Volume 2 – Chris Stapleton


Kacey Musgraves, Melhor Canção de Country e Melhor Álbum de Country

MELHOR ÁLBUM DE POP LATINO
Prometo – Pablo Alborán
Sincera – Claudia Brant – VENCEU
Musas (Un Homenaje Al Folclore Latinoamericano En Manos De Los Macorinos), Vol. 2 – Natalia Lafourcade
2:00 am – Raquel Sofía
Vives – Carlos Vives

MELHOR COMPILAÇÃO DE TRILHA-SONORA
Call Me By Your Name – (Various Artists)
Deadpool 2 – (Various Artists)
The Greatest Showman – (Various Artists) – VENCEU
Lady Bird – (Various Artists)
Stranger Things – (Various Artists)

Claudia Brant, Melhor Álbum de Pop Latino

MELHOR TRILHA-SONORA ORIGINAL
Black Panther – VENCEU
Blade Runner 2049
Coco
The Shape Of Water
Star Wars: The Last Jedi

MELHOR CANÇÃO FEITA ESPECIALMENTE PARA MÍDIA VISUAL
All The Stars – Kendrick Lamar (Pantera Negra)
Mystery Of Love – Sufjan Stevens (Me Chame pelo seu Nome)
Remember Me – Miguel Feat. Natalia Lafourcade (Coco – A Vida é uma Festa)
Shallow – Lady Gaga & Bradley Cooper (Nasce uma Estrela) – VENCEU
This Is Me – Keala Settle (O Rei do Show)

Lady Gaga, Melhor Canção Feita Especialmente para Mídia Visual

PRODUTOR DO ANO, NÃO CLÁSSICO
Boi-1da
Larry Klein
Linda Perry
Kanye West
Pharrell Williams – VENCEU

MELHOR VIDEOCLIPE
Apes*** – The Carters
This Is America – Childish Gambino – VENCEU
I’m Not Racist – Joyner Lucas
PYNK – Janelle Monáe
MUMBO JUMBO – Tierra Whack

Pharrell Williams, Produtor do Ano – Não Clássico

Além disso a cerimônia do Grammy 2019 ainda contou com diversas performances, entre elas: Lady Gaga subiu ao palco com os co-compositores de “Shallow” e Shawn Mendes dividiu os holofotes com Miley Cyrus em um dueto maravilhoso de “In My Blood”. Rolou homenagem para a Dolly Parton, que reuniu Katy Perry, Miley Cyrus e Kacey Musgraves cantando com a lenda do country americano.

O ícone Alicia Keys ainda fez um medley sensacional onde cantou músicas que gostaria de ter escrito, enquanto tocava DOIS pianos! Entre as canções performadas pela dona de 15 Grammys, estão: “Killing Me Softly” (Roberta Flack), “Unforgettable” (Nat King Cole), “Use Somebody” (Kings Of Leon), “In My Feelings” (Drake) e “Empire State of Mind”, sua parceria com JAY-Z.

E aí, o que acharam dos vencedores da premiação que reúne e celebra os grandes nomes da música no ano?

Anúncios

Harry Styles e seus covers maravilhosos

Música, Nos Fones de Ouvido

Às vezes eu tenho a sensação de que, desde que o One Direction entrou em hiatus (lá em 2015), o Harry Styles arrebentou todas as correntes que o encarceravam e abraçou sua verdadeira essência.

Quando os integrantes do 1D começaram a lançar seus singles solo, ninguém se surpreendeu muito, já que nenhum deles ficou muito longe do estilo pop pegajoso que a boy band pregou por 5 anos. Mas eis que surge o menino Harry, parecendo uma fênix renascida das cinzas, se reinventando com um disco totalmente soft rock, cheio de vibes de Bowie e Queen.

Se você já ouviu o primeiro álbum solo desse muso, deve saber exatamente sobre o que eu estou falando. Se você não ouviu, acho que deve se permitir ser surpreendido e repensar tudo que já imaginou sobre esse lindo:

Mas, acredite se quiser, o post de hoje não é pra exaltar esse álbum incrível, embora eu pudesse falar dele aqui por horas. Vou economizar uns carácteres e me concentrar em outra coisa que o ex-one direction anda fazendo muito bem: covers.

Um cover em especial, na verdade.

Vocês já ouviram a música “Girl Crush”, da banda country Little Big Town?

Não?

Então toma:

Uma coisa interessante sobre essa música é que na primeira vez em que a ouvi, com meus parcos conhecimentos de inglês, imaginei que fosse sobre uma garota apaixonada por outra garota. Rapidamente a canção virou uma das minhas favoritas, já que dor de cotovelo é comigo mesmo.

Quando descobri, assim meio que por acidente, o cover que o Harry Styles fez, tive a paixão pela música multiplicada por mil.

Que cover incrível, amigos.

Estou completamente viciada nessa versão desde que tropecei nela. Harry arrasou nos vocais e em toda a vulnerabilidade pedida pela canção, ficou tão real que senti meu coração se despedaçar aos pouquinhos enquanto ouvia:

Como já estava viciada elevado ao quadrado, fui em busca da letra da música pra poder cantar certinho e acabei caindo numa discussão meio bizarra nos comentários do Letras.

A discussão, é claro, girava em torno da sexualidade do cantor, o que acho muito engraçado vindo dos “fãs”, já que ele mesmo deu inúmeras entrevistas destacando que nunca sentiu nenhuma necessidade de se rotular e ainda quando foi perguntado sobre a “namorada ideal” meteu logo um: “Não é importante que seja uma mulher”.

Mas, a coisa que tirei de interessante do episódio todo, foi que depois de ler uns dos comentários sobre a orientação sexual do Harry, finalmente parei para analisar a letra de “Girl Crush” e entendi sobre o que ela se trata: uma mulher apaixonada por um cara, que já está compromissado com uma outra mulher, e daí a moça que canta a música usa a metáfora de “girl crush” pra dizer que quer SER a outra mulher, pois assim ela poderia TER aquele homem.

Meio doentio.

Mas ainda amo a música.

E fica aí o questionamento: afinal, no lugar de que garota o Harry Styles gostaria de estar?