A Estrela da Morte em 4 rodas…

Eu Mesma, Minha Vida Maravilhosa

Quem me conhece, ou só presta um pouco de atenção nas minhas roupas (mais especificamente nas minhas camisetas), sabe que eu sou uma fã incorrigível de Star Wars.

Não lembro muito bem quando essa paixão toda começou, já que teve uma época da minha vida em que eu era totalmente alheia à esse universo, mas é fato que minha loucura beira a obsessão e essa fixação toda pode ser vista quando observamos algumas coisas ao meu redor, por exemplo: meus materiais de escritório, minhas bijuterias, minhas canecas e copos, os bonequinhos que enfeitam a minha estante, a minha gaveta de brusinhas (onde metade tem o tema da aventura espacial criada por George Lucas) e claro, o verdadeiro ponto desse post: MEU CARRO.

gif-colocando-oleo-no-carro

Assim que alguém entra no meu carro já dá de cara com uma mini pelúcia do Darth Vader pendurada no retrovisor. Esse bonequinho foi escolhido por um motivo em especial e já já a gente chega lá. Se a pessoa olhar pra baixo com um pouco de atenção também vai perceber que aquele lixinho do carro é, na verdade, um Stormtrooper com o capacete todo enfeitado como se fosse uma caveira mexicana.

lixeira-para-carro-stormtrooper-mexicano-star-wars-D_NQ_NP_296515-MLB25255591358_122016-O

Mas acho que o fato mais inusitado é o nome que dei pro carro assim que comprei ele.

Quando peguei as chaves do meu Peugeot 206 prateado, todo arregaçado, achei que era uma ótima ideia chamar essa cilada ambulante de ESTRELA DA MORTE. Por que, sabe como é né, pra fã tudo é justificativa, então eu vi o meu carrinho lá DA MESMA COR que a Ultimate Weapon da minha saga cinematográfica preferida, com seu formato meio arredondado, e a placa que começava com DSA, claramente uma referência à DEATH STAR, e daí SUPER IMAGINEI um bonequinho do Darth Vader pendurado ali no retrovisor, como se fosse o piloto da nave e PIMBA! Temos uma Estrela da Morte sobre rodas à meu serviço!

Talvez tenha sido destino, ou talvez eu tenha abusado da sorte e trazido um karma ruim pro carro com esse nome, mas desde que coloquei minhas mãos nesse Cavalo de Tróia o desgraçado só me da desgosto.

Esse post, além de ilustrar um pouco o nome e os possíveis motivos (destino ou karma?) das surpresas malignas que esse carro traz pra minha vida, é também para anunciar que pretendo escrever uma série contando as ciladas em que já me meti com a minha Estrela da Morte em pouco mais de um ano de convívio.

giphy_2

As situações não são poucas e embora pareçam meio cômicas hoje, posso assegurar que na hora me garantiram muitas lágrimas e desespero.

Vocês vão acompanhar episódios como:

  • Correia arrebentada;
  • Bateria arriada;
  • Pneu explodindo em plena rodovia;
  • Câmbio que saiu na mão;
  • Câmbio quebrando na Av. dos Bandeirantes;
  • Câmbio quebrando e arruinando a abertura da CCXP 2017;
  • Câmbio quebrando no estacionamento do Pão de Açúcar e quase arruinando a festa de St. Patrick’s Day;
  • Câmbio quebrando no estacionamento do Jabaquara e eu meio bêbada tentando consertar;
  • Capô pegando fogo;
  • O dia em que quase arranquei o portão de casa com o carro;

Entre outros…

Então fiquem de olho aqui no blog, semana que vem, na série de posts “Meu Carro, Minha Cilada”, eu vou contar o primeiro ardil em que caí quando esse Kinder Ovo do Mal entrou na minha vida!